• Dora Ghelman

O que me faz feliz





Pisar na grama descalça.

Cheiro de terra molhada da chuva.

Um abraço apertado.

Fazer xixi quando se está muito apertada.

Comer algo muito delicioso.

Uma boa gargalhada até doer a barriga.

Dançar até doer as pernas.

Apostar corrida em uma estrada de terra.

Sentir o cheiro das flores.

Passar a mão em um cabelo recém raspado.

Apertar o lóbulo da orelha do meu avô.

O cheiro do cangote de um neném.

Mergulhar em um mar gelado depois de uma caminhada no calor.

Massagem natural de uma cachoeira.

Sentar na frente de uma fogueira.

Rodinha de violão.

Brigadeiro de panela.

Se for palha italiana tem créditos extras de felicidade.

Assistir um filme coberta no sofá comendo pipoca.

Reencontrar um amigo depois de muito tempo.

Escutar uma fofoca boa.

Contar uma boa piada.

Ser amada.

Amar.

Beijo na boca.

Sexo bom.

Caminhar no parque sem hora para voltar.

Piquenique.

Uma cerveja gelada em um dia quente.

Um vinho em uma noite fria.

Encontros de família.

Abraçar a Mia e deixar os pêlos dela roçarem na minha pele.

Apertar a pele que sobra do cotovelo da minha avó.

Escutar música alta deitada no chão da sala.

Cantar música alto sem medo de incomodar os vizinhos.

Segurar o fôlego e mergulhar na banheira.

Sentar num boteco sem hora para sair.

Comer um pastel e se queimar com o vapor quente que sai do buraquinho.

Bater um papo com as amigas.

Sentar e ficar observando as conversas das pessoas em volta e imaginando a vida delas.

Encostar bochecha com bochecha.

Olhar nos olhos.

Pegar nas mãos.

Felicidades genuínas.

139 visualizações3 comentários